Liturgia Católica

São Paulo Schola Cantorum – Brazilian Schola Cantorum

São Paulo Schola Cantorum

Paz e Bem!

Clique para Celebração de Casamento ou Missa para fiéis falecidos.

É com grata satisfação que lançamos as bases do projeto litúrgico-musical “São Paulo Schola Cantorum”. Formado por destacados profissionais da arte que emprestam seus talentos para o canto sacro e ritual, esse projeto tem por missão principal trazer para o seio da Igreja Beleza para suas liturgias.

Irmão do “Brazilian Schola Cantorum” grupo baseado nem New York / EUA – e também dirigido por Delphim Rezende Porto e Regiane Martinez – SPSC é único em terras brasileiras por sua excelência artística e proposta.

Altamente imbuído do munus legado pelo Concílio Vaticano II e dotado de todas as qualidades artísticas de nível internacional, somos a alternativa católica (tanto de rito ocidental quanto oriental, sobretudo o ortodoxo russo) para cerimônias de casamento, missas de todas as naturezas, incluindo ordenações episcopais e sacerdotais, bem como exéquias – ou missa pelos fiéis defuntos – promovidas por fiéis que não se veem representados no standard atual de música para eventos.

Conheça nossos arranjos e repertório: certamente você se surpreenderá com o que temos para oferecer!

 

Contato 

Delphim Rezende no Sesc Vila Mariana

Delphim Rezende Porto

delphim@usp.br

Telefone:

EUA (New York) +1 347 343 4914

BRA (São Paulo) +55 11 94486 0603

Delphim Rezende Porto

Organista, cravista e regente, iniciou seus estudos de piano moderno com a polonesa Donata Lange, na Universidade Livre de Música, em São Paulo. É Mestre e Doutorando em Musicologia pela ECA-USP, sob a orientação da Profª. Drª. Mônica Lucas e Dr. Giuseppe Gerbino (Columbia University de Nova Iorque). Aperfeiçoa-se atualmente aos teclados históricos do cravo, órgão e clavicórdio com o Prof. Dr. Peter Sykes (Juilliard School). Com o maestro Nicolau de Figueiredo e Elisa Freixo dedicou-se ao repertório renascentista e barroco escrito para teclados. Apresenta-se regularmente como convidado junto aos principais conjuntos e orquestras do país – Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal de S. Paulo, Orquestra Experimental de Repertório, Orquestra Sinfônica Heliópolis, Coral Paulistano, Audi Coelum e Coral da Cidade de S. Paulo. Recebeu, em 2012, permissão para estudos ao órgão Lorenzo da Prato (circa 1471) da Basílica de S. Petrônio, e nos instrumentos de teclado do célebre Museo San Colombano, ambos situados na cidade italiana de Bolonha. Recebeu no mesmo ano especial orientação dos maestros Rinaldo Alessandrini, Liuwe Tamminga e Matteo Messori quanto à execução do repertório seiscentista e setecentista escrito para teclados. Foi menino-cantor do antigo coral Canarinhos do Liceu Coração de Jesus e, desde 2011, integra o Conjunto de Música Antiga da ECA-USP.